Chegamos ao fim...

03.03.10


 

Chegamos ao fim do concurso, e mais uma vez agradecemos a equipa do sapo que nos proporcionou esta oportunidade, de conhecermos mais esta ferramenta muito importante nos nossos dias.

Demos o nosso melhor na realização dos desafios, apesar  das nossas limitações de conhecimentos, pensamos que conseguimos o mínimo que era esperado pela equipa.

um muito obrigado a equipa sapo, e continuam com iniciativas desse género, que nós os alunos agrademos as oportunidades.

Bom trabalho, são votos dos mekane.


 

publicado por mekane às 15:32

Música

03.03.10

Música

 

É considerada por diversos autores como uma prática cultural e humana. Actualmente não se conhece nenhuma civilização ou agrupamento que não possua manifestações musicais próprias. Embora nem sempre seja feita com esse objetivo, a música pode ser considerada como uma forma de arte, considerada por muitos como sua principal função.

 

Música em Mindelo

 

A música ocupa uma posição de destaque na cultura de São Vicente. Os géneros mais significativos são a morna e a coladera. De entre os vários músicos cabo-verdianos originários desta ilha, podem-se destacar:

Cesária Évora, cantora, rainha da morna, também conhecida como "a diva dos pés descalços"

Luís Morais (1934-2002), compositor, flautista, saxofonista e clarinetista, fundador da "Escola Musical do Mestre Luís Morais"

Vasco Martins, compositor

Hermínia da Cruz Fortes, cantora, prima de Cesária Évora.

 

 

Cidade de poetas e artistas,  Mindelo é porém famoso e conhecido por algo que muito dificilmente sai da memória de quem o visita. O ritmo das suas noites quentes é algo de único em todo o arquipélago

 As mornas tocadas por mágicos violões e vozes penetrantes sugerem-nos um aperitivo ao desfrute das inúmeras discotecas de timbre africano existentes. 

o principal centro urbano da ilha e segunda maior cidade do país, onde se concentra grande parte da população da ilha que no seu todo conta com 74.136 habitantes.[1] Mindelo é frequentemente considerada informalmente a capital cultural de Cabo Verde.

São Vicente é também conhecida pelo Festival de Música da Baía das Gatas ― realizado no primeiro fim-de-semana de lua cheia do mês de Agosto.

. //www.morabitur.com/index.php?option=com_

  www .google/ wikipédia.com   

publicado por mekane às 14:43

carnaval - Os carnavais mais conhecidos

20.02.10


 

Carnaval é um período de festas regidas pelo ano lunar no cristianismo da Idade Média. O período do carnaval era marcado pelo "adeus à carne" ou "carne vale" dando origem ao termo "Carnaval". Durante o período do carnaval havia uma grande concentração de festejos populares. Cada cidade brincava a seu modo, de acordo com seus costumes. O carnaval moderno, feito de desfiles e fantasias, é produto da sociedade vitoriana do século XIX. A cidade de Paris foi o principal modelo exportador da festa carnavalesca para o mundo. Cidades como Nice, Nova Orleans, Toronto e Rio de Janeiro se inspirariam no carnaval parisiense para implantar suas novas festas carnavalescas.

 

CARNAVAL NO MUNDO

Brasil  

O Carnaval do Brasil é a maior festa popular do país. A festa acontece durante quatro dias (que precedem a quarta-feira de cinzas). A quarta de cinzas tem este nome devido à queima dos ramos no Domingo de Ramos do ano anterior, cujas cinzas são usadas para benzer os fiéis no início da quaresma. O Carnaval prepara o início da quaresma, isto é, seu último dia precede a quarta-feira de cinzas (início da Quaresma).

 

Em finais do século XVIII, o entrudo era praticado por todo o país, consistindo em brincadeiras e folguedos que variavam conforme os locais e os grupos sociais envolvidos. As primeiras tentativas de civilizar a festa carnavalesca brasileira foram através da importação dos bailes e dos passeios mascarados parisienses, colocando o Entrudo Popular sob forte controle policia.

Em finais do século XIX, toda uma série e grupos carnavalescos ocupam as ruas do Rio de Janeiro, servindo de modelo para as diferentes folias. Nessa época, esses grupos eram chamados indiscriminadamente de cordões, ranchos ou blocos.

Atualmente, no Rio de Janeiro e em várias grandes e pequenas cidades, as escolas de samba fazem desfiles organizados, verdadeiras disputas para a eleição da melhor escola do ano segundo uma série de quesitos. Com o crescimento vertiginoso dessas agremiações o processo de criação se especializou gerando muitos empregos concentrados, principalmente, nos chamados barracões das escolas de samba.

O desfile mais tradicional acontece no Rio de Janeiro, na Passarela do Samba, Marquês de Sapucai, como é chamado o sambódromo carioca, primeiro a ser construído no Brasil. Outros desfiles importantes ocorrem em Uruguaiana, Porto Alegre,Florianópolis,Manaus e em Vitória.
 

Além dos desfiles das escolas de samba acontecem também os desfiles de blocos e bandas, grupo de pessoas que saem desfilando pelas ruas das cidades para se divertir, sem competição. Também existem os ébailes de carnaval, realizados em clubes, ou em áreas públicas abertas, com execução de músicas carnavalescas.

O carnaval de rua manteve suas tradições originais na região Nordeste do Brasil. Em cidades como Recife e Olinda, as pessoas saem as ruas durante o carnaval no ritmo do frevo e do maracatu.

Na cidade de Salvador, existem os trios elétricos, embalados por músicas dançantes de cantores e grupos típicos da região. Na cidade destacam-se também os blocos negros como o Olodum e o Ileyaê, além dos blocos de rua e do Afoxé Filhos de Gandhi.
 

 

                                                                                                           


 


 


   Portugal

No Carnaval em Portugal existe uma grande tradição carnavalesca, nomeadamente os Carnavais da Madeira (donde saíram os imigrantes que haveriam de levar a tradição do Carnaval para o Brasil), Ovar, Loures, Podence, Loulé, Sesimbra, Torres Vedras e Sines, destacando-se o de Torres Vedras, Carnaval de Torres, por possuir o Carnaval mais antigo[carece de fontes] e dito o mais português de Portugal[carece de fontes], que se mantém popular e fiel à tradição rejeitando o samba e outros estrangeirismos[carece de fontes]. Juntamente com o Carnaval de Canas de Senhorim com perto de 400 anos e tradições únicas como os Pizões, as Paneladas, Queima do Entrudo, Despique entre outras. Nos Açores, mais propriamente na ilha Terceira, reside uma das formas mais peculiares do Carnaval em Portugal, as Danças e Bailinhos de Carnaval. Esta tradição, tida como a maior manifestação de teatro popular em Portugal, remonta ao tempo dos primeiros povoadores e reflete um estilo teatral bem ao jeito dos Autos vicentinos.

                     

 

 

 

Veneza

O Carnaval de Veneza surge a partir da tradição do século XVII, onde a nobreza se disfarçava para sair e misturar-se com o povo. Desde então as máscaras são o elemento mais importante deste carnaval. Há no entanto registos de folguedos carnavalescos de 1268.

A festa carnavalesca de Veneza tem duração de 10 dias. Durante as noites realizam-se bailes em salões e as companhias conhecidas como compagnie della calza realizam desfiles pela cidade. Entre as mais conhecidas estão Os Antigos e Os Ardentes.

Mascarados do Carnaval de Veneza

Os trajes que se usam são característicos do século XVIII, e são comuns as maschera nobile, ou seja, máscaras nobre, caretas brancas com roupa de seda negra e chapéu de três pontas. Desde 1979 foram sendo somadas outras cores aos trajes, embora as máscaras continuem a ser brancas, prateadas e douradas.
 

 

 

 

Cabo verde

 

Cabo Verde, principalmente nas ilhas de Santiago, São Vicente e São Nicolau, festejam terça-feira seu Carnaval, com desfiles pelas ruas e prémios em dinheiro para os melhores grupos.

O Carnaval é uma das festas mais esperadas do ano em Cabo Verde. O Entrudo mobiliza a população, que organiza desfiles e festas de rua que não ficam atrás dos melhores do mundo. O Carnaval mais famoso de Cabo Verde é o da cidade de Mindelo, capital da ilha de São Vicente onde o Carnaval do Mindelo é dos mais conhecidos e faz lembrar o que se faz no Brasil. 


 

                                                                                      

Fontes:www.brasilescola.com/ carnaval

             www.murilopaiva.multiply.com

             www.flicks.com/photos/flavioduarte

            www.entretenimento.uol.com.br

            http://pt.wikipedia.org/wiki/Carnaval             

publicado por mekane às 19:15

Dia dos namorados

13.02.10


 

http://atuleirus.weblog.com.pt/arquivo/SValentim.JPG 

publicado por mekane às 10:57

Biografia de Lura

03.02.10

Lura, nascida Maria de Lurdes Pina Assunção no ano de 1975 em Lisboa, é uma cantora portuguesa de ascendência cabo-verdiana.

 

Seu envolvimento com o meio artístico começou cedo, com participações em projetos teatrais e corais, mas sua carreira como cantora despontou em 1996, aos vinte e um anos, quando gravou seu primeiro álbum, cuja canção título, Nha Vida, foi um sucesso imediato que lhe rendeu um convite para participar do importante projeto discográfico Red Hot + Lisbon, o qual reuniu grandes nomes da música lusófona. Em 1998, acompanhou Cesária Évora, o maior nome da música caboverdeana, em dois importantes projetos: abriu os espetáculos daquela cantora na Expo'98 e participou, em Paris, da série de concertos do projeto 'Cesária & friends'.

 

Tendo aprendido o crioulo caboverdeano de seus colegas de escola e de seus familiares, em pouco tempo Lura já era capaz de falar fluentemente e também compor nessa língua-símbolo de Cabo Verde, que hoje a cantora considera como sendo sua língua materna.

 

Em 2002, lançou seu segundo álbum, In Love, e em novembro de 2003, Lura foi uma das três cantoras escolhidas para o projeto Women of Cape Verde, uma série de concertos realizada no Reino Unido, o que lhe rendeu convites e o lançamento de seus álbuns em diversos países europeus.

Fonte:http://www.luracriola.com

Em 2006 lança o álbum M´bem di fora, bastante aclamado na sua apresentação a 7 de novembro do mesmo ano no clássico Tivoli, uma sala de espetáculos referência de Portugal, em Lisboa. Uma obra mais sóbria onde a artista revela uma maior maturidade musical, conseguindo imprimir o seu cunho pessoal a temas de diversos compositores, onde se destaca o nome de Toy Vieira, director artísco do projecto e compositor de alguns de algumas das suas músicas. Segundo a cantora, é uma homenagem aos migrantes que vem do interior em busca de oportunidades nos grandes centros urbanos. A turnê do álbum incluiu concertos na Turquia, Alemanha, França, Brasil, Espanha, Austrália e Itália.

 

Em 2009 lança novo álbum, Eclipse.

Fonte:http://www.luracriola.com

Participou na terceira série de Morangos com Açúcar, dando vida a Ana Maria, uma mulher grávida que se aloja em casa de Fred (Paulo Rocha).

Fonte:http://pt.wikipedia.org/wiki/Lura
 

sinto-me:
publicado por mekane às 12:41

Reportagem sobre Mindelo-Cabo verde

31.01.10


 


 


 

O Mindelo, localizado na ilha de São Vicente, barlavento  em  Cabo verde, é uma povoação cosmopolita. Cidade bela, histórica e com um povo caloroso, tem a reputação de acolher as noites mais animadas e os principal pólos de actividade cultural do arquipélago de Cabo Verde. Terra de Cesária Évora, de mornas, funaná e coladeras, e do festival da Baía das Gatas. Sejam bem-vindos a um pedaço de África em pleno Atlântico, com uma atmosfera singular e cativante: o Mindelo, em Cabo Verde.

 

Sobre a Cidade

Cidade doce e morna, com um inconfundível toque colonial, o Mindelo é o destino ideal para quem goste de combinar diversão, praia e história. É a segunda maior cidade de Cabo Verde e tem a fama de ser a mais cosmopolita de todas - e, provavelmente, também a menos africana, destacando-se antes por um toque muito brasileiro. Um dos principais ícones da vida local é, aliás, o calçadão da baía da Laginha, em torno da qual a cidade se espraia. É aqui que os residentes se dedicam ao culto do bem-estar físico: os culturistas exercitam-se em máquinas de musculação improvisadas na praia; há um corrupio constante de senhoras fazendo jogging e footing até ao pôr-do-sol; e, logo pela manhã, dezenas de crianças correm no areal aquecendo os músculos para as aulas de natação.

 

Cidade cosmopolita

Cidade doce e morna, com um inconfundível toque colonial, o Mindelo é o destino ideal para quem goste de combinar diversão, praia e história. É a segunda maior cidade de Cabo Verde e tem a fama de ser a mais cosmopolita de todas - e, provavelmente, também a menos africana, destacando-se antes por um toque muito brasileiro. Um dos principais ícones da vida local é, aliás, o calçadão da baía da Laginha, em torno da qual a cidade se espraia. É aqui que os residentes se dedicam ao culto do bem-estar físico: os culturistas exercitam-se em máquinas de musculação improvisadas na praia; há um corrupio constante de senhoras fazendo jogging e footing até ao pôr-do-sol; e, logo pela manhã, dezenas de crianças correm no areal aquecendo os músculos para as aulas de natação.

 

Lazer em S.Vicente

Dentro da cidade pode se optar pelos passeios a cidade, a praça Amilcar Cabral onde há uma grande concentração de jovens, visitas ao museu tradicional de artes junto a praça Amilcar cabral,exposições nas galerias de arte como o de Tchalé  FIgeira na rua da praia numa das casas históricas da ilha, centro cultural do Mindelo onde sempre tem exposções de varios artistas nacionais e para que gosta de diversão nocturna tem as opcões dos estabelecimentos de diversão nocturnas como as boites e dancing: a cave, caravela, cirious ou simplesmente descontriar nas explanadas da praça nova,ouvir musica nas explanadas dos hoteis Mindelo hotel e Porto grande.   

Para quem gosta de carnaval pode visitar a ilha no mes de Fevereiro onde há um grande movimento nas ruas por esssa épocas, nos domingos há os tradicionais mandingas e na última semana  antes do carnaval os desfiles começãm desde dos jardins de infancia, as escolas, as universidades, os trios electicos e o grupo samba tropical que saem a segunda- feira a noite e o grande dia de carnaval na terça- feira onde as principais vias da cidade se enche de gente vindo de todas as zonas, localidades e das outras ilhas  andores ornamentados com 
  Saindo da cidade, a estrada conduz à zona do Calhau,  é parada obrigatória para quem visita são Vicente. A vila piscatória, a 14 km da cidade do Mindelo, situa-se  no extermo da ilha, situadono sopé do vulcão extinto há cerca de um século,mas cujo cone negro continua a infundir respeito.

 O caminho faz-se por um vale entre esmagadoras e áridas paredes vulcânicas, na orla das quais se situam as principais explorações agrícolas da ilha, onde é possível, mesmo, avistar alguns embondeiros. O Calhau e a vizinha Vila Miséria funcionam, refira-se, como locais de veraneio para os mindelenses. Os areais não são grandes, mas há boas condições para a prática de surf e bodyboard em ondas de um azul cristalino. Na Praia Grande, no sopé do cone do vulcão, existe ainda uma piscina natural.A ligação entre a aldeia e a cidade pode ser feita em apenas dez minutos, de carro alugado ou nos mini-autocarros de transportes de passageiros, com partida  na praça estrela(Mindelo).Pra quem quer esticar as pernas, a caminhada é agradavel,com passagens por ribeira de Julião, localidade que acolhe a tradicional festa de São João a 24 de Junho.Ao longo da estrada que exige muito cuidado aos condutores por causa das curvas e contra- curvas, avistamos muitas hortas e relelando novas belezas entre o contraste do castanho dos rochedos,o verde das hortas com o céu azul.

O caminho agreste e montanhoso repete-se nos 15 quilómetros que é preciso percorrer entre o Mindelo e a célebre Baía das Gatas, local onde, todos os anos, no mês de Agosto, decorre a mais famosa manifestação cultural cabo-verdiana. A elevação mais alta do caminho, o Monte Verde, tem 800 metros de altitude, mas todo o trajecto é igualmente árido e pedregoso, abrindo o apetite para um mergulho na verdadeira piscina que o mar forma na bonita baía. A água é morna, cristalina, transparente, de um azul difícil de descrever. Igual ao dos sonhos, decerto.
Os passeios podem ser feitos a solo, ou recorrendo a empresas especializadas como a Cabtur ou a Cabo Verde Leisure, especializada em programas turísticos de natureza e aventura, mergulho, pesca de fundo, surf, bodyboard, windsurf, passeios de BTT e circuitos pedestres. 

 

Onde se hospedar

As alternativas são diversas e para as mais diversas bolsas. Para os mais exigentes, o Hotel Porto Grande (Praça Amílcar Cabral), situado na praça central da cidade, pode ser uma boa opção. É também um dos locais de animação nocturna do Mindelo e o restaurante está acima da média. Os preços em quarto duplo, com pequeno-almoço, começam nos 96€.
Entardecer no calçadão da Laginha, Mindelo, Cabo Verde.

No outro lado estão a Pensão Chave D'Ouro (Avenida 5 de Julho) e a Residencial Amarante (Avenida 12 de Setembro). Para gostos mais intermédios, aconselham-se a Casa Café Mindelo (Rua Governador Calheiros 6), uma casa colonial recentemente recuperada, que alberga um café no piso térreo e quatro quartos de turismo de habitação nos dois pisos superiores. A decoração é sofisticada e os preços praticados não excedem os 65€ em época alta. A cidade dispõe ainda de pelo menos dois B&B, na Rua Dr. Vicente Rendall Leite, 15, e na Rua Franz Fanon.
Fora da cidade, pode ainda optar-se pelo Foya Branca Resort Hotel, localizado em S. Pedro.

 

Gastronomia

O prato mais comum nos restaurantes do Mindelo, como no resto de Cabo Verde, é o bife de atum, normalmente de excelente qualidade. Mas é também possível encontrar cachupa, espécie de feijoada local, sendo ainda bastante comuns os pratos de peixe grelhado ou cozido.

A maior dificuldade será, assim, escolher o sítio. O restaurante Sodade (Rua Franz Fanoz, 38), por exemplo, prima pela simplicidade, mas beneficia de uma vista deslumbrante sobre a baía e o Monte Cara (dispõe também de uma residencial). Mais sofisticado é o Archote, situado no Alto de S. Nicolau, a curta distância da praça central, onde se pratica uma cozinha cuidada (aconselha-se aqui o bife de atum gratinado). A refeição é acompanhada por música ao vivo, na esplanada. Conta também com uma estalagem.

No topo das preferências daqueles que procuram um restaurante que obedeça a padrões europeus está o Tradissom & Morabeza (Rua da Praia), que ocupa o último andar no edifício do Clube Mindelense e se destaca por uma decoração extremamente cuidada e pela vista sobre a baía. Abre só ao jantar.

 

Este texto foi feito com recuso aos sites:

www.almado viajante.com.../caboverde/mindelo

www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/cabo-verde/locais-turisticos-de-cabo-verde.php

www.tripadvisor.com.br/Restaurants

 

Reportagem da jornalista Matilde Dias na revista Fragata n.11.III SERIE 2007

 

Não conseguimos inserir as imagens mas para consultar visite os seguintes sites:

www.caboverde.comilhas/ysvic.it.html

www.tripadvisor.com.br/Tourism-g482855-Mindelo_Sao_Vicente-Vacations.htm

www.almadeviajante.com/viagens/cabo-verde/mindelo.php

 

publicado por mekane às 16:34

20 DE JANEIRO - AMILCAR CABRAL - HEROI CABOVERDIANO

20.01.10



Instituído a partir da data da morte de Amílcar Cabral, em 20 de janeiro de 1973, trata-se de um feriado nacional que se destina a recordar todos aqueles que tombaram pela libertação de Cabo Verde do jugo colonial português. A data recorda ainda aquele que foi considerado um dos mais brilhantes dirigentes políticos africanos, no movimento de libertação das colónias africanas, do século passado. Nascido a 12 de Setembro de 1924, em Bafatá, na então Guiné Portuguesa, filho de pais cabo-verdianos, Amilcar Cabral acabou por corporizar e dar forma a uma antiga vontade de autonomia e mais tarde de independência que os intelectuais cabo-verdianos sempre defenderam. Cabral fez os seus primeiros estudos em São Vicente, berço da intelectualidade cabo-verdiana da época, evidenciando-se já como aluno brilhante.E é na Guiné que, em 1956, juntamente com mais cinco companheiros funda o Partido Africano para a Independência de Guiné e Cabo Verde (PAIGC), do qual foi Secretário-Geral até à data da sua morte, em 1973, pelas mãos de guerrilheiros do próprio partido. Amilcar Cabral deixou o seu nome ligado à literatura, como poeta, e ao humanismo pelas causas defendidas, tornando-se uma referência mundial e tendo convivido com líderes do mundo de então. Da sua contribuição ficam também textos de índole científico e um pensamento político, todos os anos recordado, através de conferências e palestras.
Algumas datas e acontecimentos marcantes na vida de Amilcar Lopes Cabral 

1924, 12 de Setembro: Nasce em Bafatá, Guiné
1932: Vai para Cabo Verde
1943: Completa no Mindelo o curso liceal
1944: Emprega-se na Imprensa Nacional, na Praia
1945: Com uma bolsa de estudo, ingressa no I. S. Agronomia, em Lisboa
1950: Termina o curso e trabalha na Estação Agronómica de Santarém
1952: Regressa a Bissau, contratado para os S. Agrícolas e Florestais da Guiné
1955: O governador impõe a sua saída da colónia; vai trabalhar para Angola; liga-se ao MPLA
1956: Criação em Bissau do PAIGC
1960: O Partido abre uma delegação em Conacri; a China apoia a formação de quadros do PAIGC -
1961: Marrocos abre as portas aos membros do Partido
1963, 23 de Janeiro: Início da luta armada, ataque ao aquartelamento de Tite, no sul da Guiné; em Julho o PAIGC abre a frente norte
1970, 1 de Julho: O papa Paulo VI concede audiência a Amílcar Cabral, Agostinho Neto e Marcelino dos Santos; 22 de Novembro: O governador da Guiné-Bissau decide e Alpoim Calvão chefia a operação de "comando" "Mar Verde" destinada a capturar ou a eliminar os dirigentes do PAIGC sediados em Conacri: fracasso! -
1973, 20 de Janeiro: Amílcar Cabral é assassinado em Conacri.
Cabral era um filho de Cabo verde, sempre lutou para a liberdade, dignidade e melhores condições de vida para todos os caboverdianos, aqui fica um poema de Cabral dedicado as nossas queridas ilhas:

Tu vives — mãe adormecida —
nua e esquecida,
seca,
fustigada pelos ventos,
ao som de músicas sem música
das águas que nos prendem…

Ilha:
teus montes e teus vales
não sentiram passar os tempos
e ficaram no mundo dos teus sonhos
— os sonhos dos teus filhos —
a clamar aos ventos que passam,
e às aves que voam, livres,
as tuas ânsias!

Ilha:
colina sem fim de terra vermelha
— terra dura —
rochas escarpadas tapando os horizontes,
mas aos quatro ventos prendendo as nossas ânsias!

fontes:www.sapo.cv(sapo noticias)

www.vidaslusofonas.pt/amilcar_cabral





 

publicado por mekane às 14:52

Anuncio publicitario tarifario do POWA

17.01.10

    COM O NOVO TARIFARIO POWA DA CVMOVEL TU E MAIS QUARTO AMIGOS PODEM FALAR SEM SE PREOCUPAR COM OS CUSTOS PORQUE APOS O 1º MINUTO  NÃO PAGAM NADA.

KOMPAS(5 AMIGOS) APOS O 1º MINUTO NÃO PAGAM NADA (0$00).

POWA/CVMOVEL - CVMOVEL7POWA  PAGAM SO 10$ APOS O 1ºMINUTO.

E AINDA GANHAM  SMS PARA USAREM DENTRO DA REDE CVMOVEL

publicado por mekane às 18:00

...

17.01.10


 

 

Nos somos POWA, falamos de graça apos o 1º minuto. 

Tu e mais quatro amigos(5 kompas) podem ser tambem ,e so aderir ao tarifario da Powa.

POWA/ CVMOVEL apos o 1º minuto---10$00 

 

 POWA 5 Kompas apos o 1º minuto ----  0$00

LIGA 188 PARA MAIS INFORMAÇÕES.

 

 

 

 

publicado por mekane às 17:54

...

10.01.10

                              

           Fontes:www.ecaboverde.com (cabo verde, galeria de fotos) 

                                             

publicado por mekane às 09:42

mais sobre mim

pesquisar

 

Março 2010

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

últ. comentários

  • Boa sorte !!
  • Carnaval de Torres Vedras um dos melhores do Pais ...
  • Realmente a Lura é muito especial, linda e com voz...
  • Obrigada e um Bom Ano para vocês também!Continuem ...
  • Participa nos desafios SAPO e ganhe prémios! Mais ...

mais comentados

arquivos

2010
2009

links

subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro